segunda-feira, 10 de maio de 2010

I won't say I'm in love.



-…Romeu e Julieta! – todos que estavam a minha volta se explodiram em vivas. Menos eu.
Eu não estava nem um pouco feliz por estar lá. Eu não queria, não era minha intenção perder meu tempo com aquilo. Para mim, era lixo.
-... Desculpe-me pelo atraso senhora, eu me perdi com o novo horário. – Todos – e dessa vez, eu também. – viraram-se para a porta. Um garoto estava parado a porta, com um papel na mão. Desviei o olhar para o da professora. Não me lembro o nome dela. Primeiro dia de aula. Ela não reagiu bem, pelo jeito, odiava ser interrompida.
- Sente-se, por favor. – e não dando muita importância ao garoto, continuou impaciente – Como eu ia dizendo, escolhemos Romeu e Julieta, os testes serão amanha de manha, e ninguém pode faltar. Sem atrasos – disse ela olhando diretamente para o novo rapaz.
- Bom, estão dispensados. – todos se levantaram, Kathy me puxou e murmurou algo sobre o novo garoto ser lindo e tudo. Como se eu já não estivesse cheia de garotos.
- Ah, quase me esqueci, Claire fique, por favor. E o menino novo, me perdoe, qual seu nome? – todos saíram da sala sobrando apenas eu, ele e a professora.
- Oliver senhora.
- Você é o aluno de New Harmony, que foi transferido? – os olhos da professora brilharam quando ele assentiu com a cabeça.
- Ah, me perdoe o ter tratado tão mal, eu nem percebi quem era. – disse ela estendendo a mão, que ele apertou de forma formal.
- Ahn, eu não quero interromper, posso ir?
- Ah Claire, ia te dizer algumas coisas sobre seu enorme entusiasmo para o teatro, mas Oliver precisa de alguém para lhe mostrar a escola. Você conhece bem aqui não é? Pode mostrar o lugar? – Como eu ia dizer não? A professora parecia conseguir ser bem brava se quisesse.
- Claro. – E, quando ela se virou, eu disse – Eu ia comer pizza, minha pizza! Mas hoje parece que vou passear pela escola, não é ótimo Claire?
- Eu não quero incomodar ninguém, pode ir comer a sua pizza. – ele começou a ir em direção a porta. Eu segurei seu braço.
- Por favor, não foi isso que eu quis dizer, eu só... Não era para eu estar aqui. Eu nem gosto de teatro. Quer ir comer pizza comigo?
- Não obrigada, sou alérgico a pizza. E, tudo bem, eu já entendi. – Disse ele saindo pela porta.
- Desde quando alguém é alérgico a pizza? – Eu disse mas, ele já estava longe demais para ouvir.
Eu o segui. Até ele chegar ao pátio de fora. Quando chegou continuou andando até uma árvore, a minha preferida especificamente. Oliver se encostou na árvore e fechou os olhos. Ele percebeu quando eu me aproximei, mesmo estando com os olhos fechados.
- Vai dizer que essa árvore também é sua? – ele permaneceu de olhos fechados.
- Não, não é minha mas, é a minha preferida. – disse com repugnância.
Oliver já estava me estressando, com as suas preferências – eu quero dizer o mesmo gosto por arvores.- e com ele pensando que eu era a rainha do mundo. Ele se irritava fácil.
- Ótimo, se você gosta tanto, engole ela. – ele saiu pisando duro, mas eu o interrompi.
- E por quê você é assim hein? Você conseguiu me tirar do sério, e eu nem te conheço. Duas vezes. Nem a pessoa que eu mais odeio no mundo me tirou do sério tanto assim.
- Nossa, você não deve odiar ninguém então, não é Rainha da escola? – Ele se aproximou de mim.
- Você me deu um titulo? Pra sua informação eu nem sou a rainha da escola. Só sou popular, mas não a rainha. – Oliver riu de mim. Do nada. Começou a rir de mim. De mim.
- Eu acredito. Claro que acredito. Mesmo assim, me perdoe por pisar no seu ego enorme majestade. – Ele fez uma mesura. Uma mesura!
- Por que você me odeia? O que eu fiz pra você? – ‘Ele lembra o Ryan’. Pensei. Lágrimas surgiram nos meus olhos. – O que tem de errado comigo? Porque eu não posso ter um amigo? É tudo que eu preciso. E é tudo que eu não tenho. Mas você não merece me ouvir reclamar – disse limpando as lagrimas. – Vou te deixar em paz com a sua árvore.
- Olha, Clar, desculpa, eu não quis falar assim, é que eu to nervoso porque é meu primeiro dia numa escola nova e eu...
- Não Oliver. Eu é que devia ter sido mais compreensiva. Com licença.
- Clar, por favor, me desculpa, não foi minha intenção. – ele foi se aproximando, até ficar colado em mim, me impossibilitando de sair, presa entre ele e a arvore.
- Eu sei Oliver...
- Oli.
- O que?
- Pode me chamar de Oli. –‘ Lindos olhos azuis. ‘ pensei.
- Ahn. Como eu ia dizendo... Oli, vou falar com a professora agora mesmo e achar alguém mais apropriado para te mostrar a escola, muitas garotas parecem estar... disponíveis. – olhei por cima do seu ombro, e vi varias meninas me olhando torto.
- Você não tá? – Ele arregalou os olhos se distanciando. – Ah, me desculpe, eu sei que não é da minha conta, é que... Escapou.
- Tudo bem. Bom, depende de como você encara as coisas e você? – ele sorriu.
- Também estou disponível.
- Em que sentido está falando? – perguntei.
- No sentido de namorados.
- Ahn. – Dessa vez eu não chorei. – Bom preciso ir, o recreio tá quase acabando e eu ainda preciso falar com a professora para achar alguém e...
- Por favor, vamos começar de novo.
- Oi, meu nome é Claire. – disse estendendo a mão.
- Oi, me chamo Oliver. – ele sorriu e eu me senti reconfortada, finalmente tendo uma nova chance.

-

quem me perdoa por demorar aqui & pela foto nada-a-ve levanta a mão \o
oiasiaosioiasi
sério gente, desculpa pela demora imensa ..
sabe como é :~~ - ok, até eu não sei ..
não sei mesmo oque aconteceu, passou rapido essas duas semanas D:
love you guys :*

4 comentários:

Vicky D. disse...

Ah, tudo bem pela demora, flor ^-^ e que história legal! Gostei bastante! Tem mais?????? ^-^

bjão e boa semana =^.^=

Victoria*-* disse...

Oi minhas best....como sempre perfeitoo o texto,amei muito e queroooo mais,mt maiiiis por favooor..beijos te amoo amiga

maria disse...

ó anna eu levantei a mão viu? uashuashuas' e como sempre eu AMEI essa história,vdd verdadeira kkk',mas viu termina a hist. do Hédio pelamordedeus oasioaisasi

xoxo te amo
maria

obs:eu perdoei vc pela demora, mas n pela foto,meu deus,troca isso! oaskaoskaoks'

Carolzinha_Hermanas. disse...

AAAH, eu ameeeei a história *_*E a foto tem tudo a ver amiiiga,porque esse tipo de história é a bem cara da Taylor :)
Love,love.AHAHAHAH

-

Beeijinhos *_*