sábado, 3 de abril de 2010

Não importa o que digam as revistas.


- Porque não importa o que os outros pensam, eu só me importo com o que você diz e com o que você pensa de mim. – Ali se foram duas horas lendo revistas jogadas fora. “Se você quiser mostrar que superou, diga que não se importa com a sua opinião”. – Sabe, eu te julguei mal, pensei que tava dando em cima daquela menina, mas eu estava errada sabe? – e ai veio. As lágrimas. “Nunca sobre hipótese alguma chore na frente dele.” Mas quer saber? Que se danem as revistas. E então ele disse:
- Sabe, eu acho que eu também te julguei mal Miles. – Sua voz era tão doce, e parecia tão ferida ao mesmo tempo.
- E? – eu não podia esperar, precisava de respostas. Rápidas.
- Eu te amo mesmo assim. – Ele me abraçou e eu pensei “Só? Onde está o beijo apaixonado embaixo da chuva?” Agora os pingos de chuva pareciam ser pedras atiradas em mim. – Você também devia parar de ler essas revistas sabe? Elas nunca acertam.
Sem beijos apaixonados embaixo da chuva então?
- É, acho que você tem razão. – Me virei e comecei a caminhar em direção a porta de casa. Quando estava passando pelo velho carvalho que ficava na frente do meu quarto, hesitei, querendo olhar para trás e esperando vê-lo ali, do meu lado, para o beijo apaixonado. Mas não o fiz. Apenas tirei o cabelo molhado do rosto, com o resto de dignidade que me sobrara e já me preparava para subir a velha árvore quando ele me puxou pelo braço.
- Se eu acredito que você está arrependida? Acredito, claro. Mas se nada é real, o que eu vou fazer? – A chuva caia forte sobre meu corpo, minha testa encontrou a dele, e nossas bocas estavam a centímetros de se tocarem. – Quando a briga é feia, o reencontro é mais emocionante não acha?
- Quer dizer que essa é a hora que você me beija? – não resisti, eu tive que perguntar.
- Acho que é a única coisa que a revista acerta. – ele disse antes de passar a mão na minha nuca e me beijar. Nesse momento a chuva não parecia mais pedras sendo jogadas contra mim, porque Jake estava ali comigo.

4 comentários:

Mariahh disse...

Annaaaaaaaaaaaaaaa..................isso é q é a realidade de hj em dia, mas a unica coisa q é bem ficticia nessa hist. é q ele volto e beijo ela, hj em dia ELES n voltam e n beijam sdoisodisoid bjss

Anônimo disse...

aiiiin amg que saudades D:
Amo isso do me beija? UASHAUSHAUSAHSUAHSAUSHAUSHASU' melhor parte k' linda sua história <3
beijos :*

deh; ) disse...

Demmaaiiiss!mto lindo!vai continuar né?bjos!

Carolzinha_Hermanas. disse...

que romântico *_*