terça-feira, 14 de setembro de 2010

Save my life.


(Antiga "Entre humanos e vampiros.")

Suas mãos estavam agora em minha cintura, e as minhas em seu pescoço. Eu não podia beijá-lo sem contar antes que eu era vampira, mas fui incapaz de me afastar ou de dizer alguma coisa.
Justin e eu ficamos lá, com as testas coladas, sem se mover. Meu tornozelo latejava e implorava por algo que o curasse, mas o meu coração batia mais alto que qualquer outra coisa. Ficamos assim até que a chuva parou, e o sangue começou a sair novamente de sua testa.
Comecei a entrar em pânico. Não podia mais ficar ali, naquela posição, pois logo o sangue escorreria e chegaria perto demais da minha boca. Se isso acontecesse, eu não sei o que faria. Não sei se saberia controlar. Mas aquele cheiro... Era doce.
- Jus. – disse com dificuldade para me concentrar. – Acho melhor procurarmos um médico.
- Logo agora Haley? – Eu tentava me afastar, mas ele continuava na mesma posição, se aproximando cada vez mais. – Agora que eu ia... – Coloquei o dedo na boca dele rapidamente. – Qual é Hay?
- Lobos. – respondi.
- Não tem lobos por aqui, você sabe disso, não tente arranjar desculpas.
- Lobos – repeti. – Muitos deles... Uns 15, 20 talvez, não sei dizer. – Eu precisava mentir melhor. - Temos que correr Jus. – Ele respondeu com um suspiro, mas me montou em suas costas e correu.
No caminho eu tentava ignorar o fato de o meu rosto estar tão perto do dele, e me consentrei em qualquer outra coisa fútil. Chegamos na sua casa depois de dez minutos. Justin me pois no chão a porta, e com um empurrão a abriu.
- Entra Hay. – Ele entrou rapidamente, indo a cozinha e voltando com duas xícaras fumengantes de chocolates-quentes. Eu estava pouco a vontade. Olhava nervosa para todos os lados tentando não olhar para ele. Mais precisamente para o seu corte, mas eu não podia. Ele estava tão bonito, tão vivo. – Vem cá. – Justin colocou uma das xícaras na mesinha da sala. - Vou ligar para um médico, porque o meu carro quebrou e... – Justin passava a mão no cabelo num movimento nervoso, ele me ajudou a sentar no sofá, e em seguida se sentou ao meu lado. – Eu sinto muito por não ter atendido sua ligação Hay. Tentei te ligar depois, mas você não atendeu e então eu saí atrás de você e...
- Jus - disse colocando o dedo sobre sua boca. – Eu agradeço o que você fez por mim, se não fosse você, provavelmente ficaria com uma infecção aqui ou coisa pior. – Ele me ajudou a colocar o tornozelo machucado sob a mesinha.
- Seria comida por lobos? – eu sorri. – Gosto do seu sorriso Hay. – Ele passou as mãos delicadamente pelos meus cabelos molhados.
- Gosto quando você me chama assim. – Justin me abraçou, e nesse momento percebi duas coisas. Ele estava quente. Mesmo depois de passar por aquela chuva ele continuava estranhamente aquecido. E ele precisava de um curativo no rosto, porque eu não aguentava mais sentir aquele cheiro de sangue sem ficar louca. Então ele se afastou e segurou minhas mãos. Justin começou a se aproximar.
- Ahn, seu celular está tocando. – disse quando ouvi algo vibrar na mesinha a nossa frente "Salva", pensei.
- Deixe lá. – Justin foi chegando cada vez mais perto. Eu não gostei. Era perigoso demais.
- Ahn, não vai atender? – Então ele ficou reto de novo e revirou seus olhos azuis, enquanto pegava o celular.
- Chamada perdida, e não Hay, não vou retornar. – Ele suspirou.
- Tudo bem, eu não quis te forçar a atender eu só... – Só não queria me aproximar tanto de você para não te por em perigo e tudo. Mas eu não disse isso.
- Você só...? – Ele me fitou com aqueles olhos. De novo. E pelo jeito ele gosta de respostas. Me lembrem de anotar isso. Ótimo, pense Haley.
Eu não podia mentir. Tampouco contar a verdade. Pense Haley, pense.
- Eu só queria esperar por uma oportunidade melhor pra isso, você sabe... Quando o meu tornozelo não estiver doendo tanto. – Ele sorriu. Eu interpretei errado ou ele estava feliz por eu ter me machucado?

-
É "Entre humanos e vampiros" não era um nome adequado... Foi a primeira coisa que eu inventei quando comecei a escrever, e agora vi que era um nome idiota .q

5 comentários:

Victoria*-* disse...

Amigaaaaa,voce sabe que já sou sua fã,que vc escreve muiiiiitoo,e que com toda certeza vou comprar mts livros seus.!!!hehehehhhehehhe
te amoo amiga!!beijooos floorzinha

Anônimo disse...

amei amiga, ta perfeito ! *-* by luana!

Anônimo disse...

HAUUHAHUAHUAHU
agora eu li de verdade ann linda (:
fico otima a historia! *-*

Carolina Hermanas disse...

aaaaamei <3
Quero a continuação looooooooogo.
-


Beeijão, saudades dos teus textos *_*

Amanda ~~* disse...

Nossa! Que lindo. Me senti totalmente dentro da história! Você escreve muito bem!


# >> Concurso Happy End 2010! Clique no link e veja como participar! Valem prêmios que podem ajudar seu blog a ficar cada vez mais perfeito! *-*

http://primeiro-livro.blogspot.com/p/concurso-happy-end-2010.html

Beijos~~*